Ilha Grande RJ, considerada uma das maravilhas do estado do Rio, é realmente belíssima. Seus vários tons de mar azul e verde impressionam e a natureza conservada ao redor fazem do lugar um dos mais procurados da costa oeste do estado e também de Angra dos Reis, município a qual pertence.

Há várias formas de chegar na Ilha Grande, partindo de vários pontos e cidades próximas. Contudo, não há balsas para veículos automotores, pois não são permitidos na ilha.

Ilha Grande RJ... inegavelmente uma das maravilhas do Rio

Ilha Grande RJ… inegavelmente uma das maravilhas do Rio

Partindo de Angra dos Reis, onde começamos nossa viagem, o trajeto pode levar de 30 min a 1h30min dependendo da embarcação. Optamos por ficar hospedados na Vila do Abraão, pois é a principal praia da ilha com maior número de agências de passeios, pousadas, hotéis, bares e restaurantes. Apesar da melhor infraestrutura, a Vila do Abraão pode não ser a melhor opção para quem quer sossego, pois é um dos points mais badalados da Ilha Grande RJ.

Vila do Abraão é a mais habitada da ilha, portanto oferece mais infraestrutura

Vila do Abraão é a mais habitada da ilha, portanto oferece mais infraestrutura

As muitas praias e lugares para conhecer na ilha com certeza exigem um certo tempo e investimento. Afinal de contas, a Ilha Grande é a maior ilha do estado do Rio de Janeiro, com 193 km². Por isso, recomendamos este roteiro com os principais pontos. Escolhemos dar a volta na ilha de lancha, que nos permitiu aproveitar o maior número de praias em um tempo suficiente para se divertir, tirar fotos e apreciar cada lugar; conhecemos também a Lagoa Azul, passeio muito popular na ilha; outro passeio imperdível é para as ilhas de Angra, conhecidas também como “ilhas paradisíacas”, que fizemos de escuna e por fim fizemos também alguns passeios mais próximos de onde estávamos hospedados, por isso mais acessíveis. Confira:

Volta na Ilha Grande RJ

Este passeio leva o dia inteiro para ser feito e exige do marinheiro conferir como estará o tempo no dia. Dependendo da previsão, o passeio pode ser cancelado por motivos de segurança e as embarcações são sempre fiscalizadas pela Marinha.

– Praia 1: Caxadaço

 

Praia do Caxadaço com seus rochedos que compõe a paisagem

Praia do Caxadaço com seus rochedos que compõe a paisagem

É bem provável que a Praia do Caxadaço seja uma das menores da Ilha Grande RJ. Com aproximadamente 14 m de extensão apenas, o grande diferencial desta prainha são os enormes rochedos e pedras à sua volta, um incrível visual para quem olha de cima ou da faixa de areia.

– Praia 2: Parnaioca

 

Praia de Parnaioca

Praia de Parnaioca

Areia branquinha e um mar de diferentes tons de azul. Simplesmente linda e quase sempre vazia. Aliás, uma perfeição para quem quer curtir a natureza e tirar muitas fotos! Para se refrescar, além desse marzão, nesta praia deságua também o Rio Parnaioca, com uma água mais fresca para um dia de muito calor!

Praia de Parnaioca com rio que deságua no mar

Praia de Parnaioca com rio que deságua no mar

– Praia 3: Aventureiro

A praia do Aventureiro é brava, de ondas fortes. Para nós, que gostamos de mergulhar e nadar não é uma das preferidas. Mesmo assim a praia é belíssima e famosa por um coqueiro tombado! Oi?! Isso mesmo, este coqueiro tombado é uma das famosas atrações do lugar. Mas o nome “Aventureiro” faz jus devido à trilhas pela mata de nível difícil para chegar aos mirantes que permite a vista por cima da praia. Quem tiver disposição, vale o passeio!

– Praia 4: Meros

 

Praia dos Meros

Praia dos Meros

Excelente para banho e para mergulhos de snorkel. No dia do nosso passeio, a Praia dos Meros estava quase deserta e o mar calminho e cristalino! Tivemos muita sorte!

Ilhas de Angra (Ilhas paradisíacas)

Não é à toa que o passeio é popularmente conhecido como “Ilhas paradisíacas”. Inegavelmente, o passeio às Ilhas de Angra é imperdível. Isso porque as ilhas a que referimos são inabitadas e muito preservadas.

– Ilha de Cataguás

 

Ilha de Cataguás

Ilha de Cataguás

No dia do passeio, infelizmente não foi possível atracarmos na Ilha de Cataguás. Isso porque, a maré estava baixa e a escuna de madeira em que estávamos, de porte grande, quase encalhou num banco de areia ao tentar atracar. Por isso, o capitão optou por segurança, não fazer esta parada. Alertamos que isto pode acontecer com grandes embarcações. Portanto, se for possível pagar mais caro para ir de lancha por exemplo, vale a pena. O trajeto é mais rápido, os tempos de parada são maiores e não haverá problemas para atracar a embarcação. De qualquer forma, foi possível registrar o lugar de dentro da escuna. Lindíssimo!

– Ilhas Botinas (Ilhas gêmeas)

Ilhas Botinas (Ilhas gêmeas)

Ilhas Botinas (Ilhas gêmeas)

Este lugar é de fato maravilhoso! São duas mini ilhas inabitadas perfeitas para mergulho. Quando se está de escuna, não há como chegar tão perto pelo mesmo motivo que comentamos acima, na Ilha de Cataguás. Por isso, recomendamos fazer este passeio com lancha. De qualquer forma, pudemos aproveitar o mergulho e banho de mar a sete metros de profundidade, podendo ver lá no fundo, a areia branquinha, de tão cristalina que é a água. Incrível!

– Praia de Japariz

 

Praia de Japariz oferece opções de almoço

Praia de Japariz oferece opções de almoço

No passeio, a parada na Praia de Japariz tem o propósito de almoçarmos, pois as agências fecham um acordo com alguns restaurantes e levam os clientes até lá, já oferecendo o cardápio no barco, antes da chegada. Mas claro que é opcional, pois não está incluso no preço do passeio. E ao chegar na praia, há outras opções de lugares para lanchar que podem ser mais acessíveis. Apesar deste propósito, esta praia é muito bonita e também ótima para banho.

Outras atrações

– Lagoa Azul

 

Lagoa Azul, águas cristalinas, portanto ótima opção para snorkel

Lagoa Azul, águas cristalinas, portanto ótima opção para snorkel

De lancha ou de escuna, o passeio para Lagoa Azul oferece uma ótima opção para mergulho de snorkel. Há muita biodiversidade marinha neste local. Originalmente chamada de Praia do Sul de Fora, ficou popularmente conhecida como Lagoa Azul justamente por causa do filme.

– Praia da Feiticeira

 

Praia da Feiticeira

Praia da Feiticeira

Conhecida também pela famosa cachoeira da Feiticeira que desemboca no mar, esta praia de areia avermelhada é calma e acessível por trilha de aproximadamente 1 hora, partindo da Vila do Abraão. Com certeza, uma ótima opção de passeio gratuito na Ilha Grande.

– Praia de Abraãozinho

 

Praia de Abraãozinho que está bem próxima da Vila do Abraão

Praia de Abraãozinho que está bem próxima da Vila do Abraão

Outra ótima opção de passeio sem nenhum custo partindo da Vila do Abraão, há apenas 1 km de trilha leve pelo meio da vegetação.

– Praia de Lopes Mendes

 

Praia de Lopes Mendes considerada uma das melhores do Brasil!

Praia de Lopes Mendes considerada uma das melhores do Brasil!

Para encerrar, não podemos deixar de falar da praia mais famosa da Ilha. Lopes Mendes está no ranking das melhores praias do Brasil. Entre as dez primeiras (confira o ranking completo do portal Viagem e Turismo). De fato a praia é linda, mas o mar é agitado e perfeito para surfistas. Certamente não está entre as melhores opções para banhistas. Mas vale muito a pena conhecer, o acesso por trilha é gratuito, partindo da Vila do Abraão. Aproximadamente, 3,5 km.

Custos aproximados

  • Passeio “Volta na Ilha”, de lancha: R$ 170,00 por pessoa (geralmente inclusos água, gelo e bóias macarrão)
  • Passeio “Ilhas paradisíacas”, de escuna: R$ 80,00 por pessoa (geralmente incluso bóias macarrão)
  • Passeio para Lagoa Azul, de escuna: R$ 50 por pessoa (geralmente incluso bóias macarrão)
  • Hospedagem na Vila do Abraão: A partir de R$ 150,00 o quarto para casal

Todos os preços informados dependem obviamente da época do ano e da procura, podendo variar muito considerando o número de agências de passeios e as inúmeras opções de hospedagem existentes na ilha.

Considerações finais

A Ilha Grande de fato tem muito a oferecer. São muitas opções para vários tipos de viagem. Nós escolhemos conhecer as praias através de passeios de barco, mas o foco pode ser outro, totalmente diferente do proposto neste post. A seguir listamos o que mais há para fazer na Ilha Grande RJ:

Trilhas e Caminhadas

Ilha Grande é cortada por trilhas que ligam vários pontos. Contudo, as trilhas variam muito de nível, podendo ser leve, moderada ou difícil. Certamente deve ser escolhida conforme a disposição de cada um. Nos caminhos, a observação de fauna silvestre é muito comum. Para quem tem experiência e disposição, um exemplo é a trilha que leva até o Pico do Papagaio, considerada a mais pesada da Ilha Grande. Do ponto mais alto, é possível em dias com tempo bom avistar a Pedra da Gávea, na cidade do Rio. Todas as trilhas são gratuitas. O que pode gerar algum custo é a necessidade da contratação de um guia.

História

Se você gosta de monumentos e construções históricas então também irá encontrar na Ilha Grande. Igrejas com mais de cem anos podem ser visitadas em diferentes praias. Uma delas, a Igreja de São Sebastião localizada na Vila do Abraão, foi construída há mais de 150 anos e é referência histórica e cultural da ilha. Há também um antigo presídio na praia de Dois Rios que funcionou desde o início dos anos 1900 até a década de 90 quando finalmente foi desativado. Hoje em dia virou uma atração turística muito famosa na ilha.

Mergulho

Há várias operadoras de mergulho disponíveis, principalmente na Vila do Abraão. Se você já é mergulhador ou vai mergulhar pela primeira vez, com certeza será uma experiência inesquecível! Confira nosso post sobre mergulho em Ilha Grande.

Enfim, a Ilha Grande tem de tudo um pouco a oferecer para uma viagem incrível. Esperamos que aproveitem as dicas e não deixem de conhecer este paraíso. Até a próxima!

Leia mais no Hot Viagens:

Mergulho em Ilha Grande é diversão garantida!
Jardim Botânico de São Paulo: cartão postal da cidade completou 90 anos
Aventura em Socorro: diversão acessível para todos pertinho de São Paulo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *